18 novembro 2019

Como fazer um Plano de Estudos para o Ensino Médio? 5 passos simples!

18 novembro 2019

Muitos estudantes buscam alternativas para melhorar as notas na escola, para isso eles utilizam meios destinados a este fim. Uma das opções utilizadas é o planejamento.

Apesar de ser um recurso muito aproveitado, a elaboração de um bom plano de estudos ainda pode parecer uma tarefa difícil, e assusta alguns estudantes que não sabem como prepará-lo e colocá-lo em prática no dia a dia.

Para quem tem uma jornada dupla, como trabalho e escola, ou escola e pré-vestibular a dificuldade de organização pode ser ainda maior, pois surgem as dúvidas: como conciliar a rotina com um bom aprendizado? Como aprimorá-lo sem gerar um desgaste e estresse excessivo?

Se você está no ensino médio e quer aumentar o seu desempenho escolar sem prejudicar as demais áreas da sua vida, neste post você vai aprender como fazer um planejamento de estudos perfeito seguindo apenas 5 passos muito simples de serem colocados em prática.


Como fazer um Plano de Estudos para o Ensino Médio? 5 passos simples!



Um bom planejamento de estudos deve conter dias, horários, disciplinas e conteúdos bem definidos. Ele também permite a você saber o momento de descanso, um tempo reservado para descontrair e relaxar.

É importante ressaltar também que planejar é um ato pessoal, é preciso atender as necessidades e ser adaptada a realidade de cada um.

Passo a passo para elaborar o seu planejamento de estudos perfeito

1 – Defina o seu principal objetivo


Todo planejamento parte de um objetivo definido, reflita sobre o que você pretende atingir com ele.



Você quer melhorar o seu aprendizado? Tirar nota máxima em todas as provas? Passar de ano de maneira fácil e tranquila? Estudar sozinho em casa para o Enem? 

Seja qual for a finalidade, o seu plano vai ajudar você a se alinhar com as suas maiores prioridades escolares, depositando energia no lugar certo.

Para garantir que lembrará sempre dele e verificar se está no caminho certo, escreva-o no início da sua folha de horários, isso também servirá como motivação para você. 

2 – Selecione seus horários


Para iniciar a elaboração do seu plano pegue uma folha em branco e, de acordo com a sua rotina, liste todas as atividades que você faz durante a semana. Para facilitar, escreva o dia e o horário correspondentes a cada tarefa.


Por enquanto não se preocupe em fazer a sua lista na ordem em que as atividades acontecem, apenas escreva tudo aquilo que você lembrar. 

Após finalizar a sua lista, organize-a cronologicamente, desde o início da semana até o final. É hora de visualizar como anda o aproveitamento do seu tempo e em quais momentos você está fazendo algo verdadeiramente útil.

Nesse momento você também deve analisar em quais horários costuma dormir e acordar, pois se eles forem muito irregulares precisará ser mudado. 

Supomos que você tem aula de segunda à sexta das 7h às 11h30min, isso significa que esse período está reservado para ir à escola. Terça e quinta das 15 às 17h você tem aula de inglês e na quarta vai à igreja das 19h às 21h.

Mas, a que horas você dorme? O que você faz antes de dormir para relaxar? Você acorda sempre no mesmo horário? Ou costuma sair atrasado de casa?


Agora é hora de rever as suas prioridades. Tudo aquilo que não for aproveitável você riscará da sua lista. Ficar até tarde vendo televisão, jogando videogame ou simplesmente rolando o feed de alguma rede social são exemplos de ações improdutivas.

Feito isso, verifique os momentos livres do seu dia. É a partir deles que você montará o seu cronograma de estudos ideal para a sua rotina.

Além disso, você definirá um horário para dormir e acordar. Qual é o melhor momento para desconectar do seu dia e se deitar?

3 – Determine o que será estudado



Com todas as horas da semana organizadas, chegou o momento de preencher as lacunas.

Para facilitar a execução desse passo, utilize o cronograma da sua escola. De quais disciplinas você tem aula na segunda? História, matemática e português? E nos demais dias da semana?

A partir dessas informações você disponibilizará os primeiros horários livres do seu planejamento para revisar o conteúdo que foi passado em sala de aula.

Reserve de 30 minutos à uma hora para ler as suas anotações do caderno e fazer as atividades de casa no mesmo dia em que foram passadas. Faça isso todos os dias.

Assim você não acumula matéria e ganha tempo para tirar possíveis dúvidas que surgirem durante os seus estudos.

Depois disso, determine as disciplinas a serem estudadas em cada dia da semana bem como os seus respectivos horários. 

Além disso, é necessário definir o assunto do dia. Essa parte deverá atender ao seu objetivo definido no primeiro passo.

Por exemplo, se você pretende estudar sozinho em casa para o Enem pode iniciar a semana estudando as disciplinas mais difíceis na sua percepção, que caem mais questões na prova ou que possuem mais peso para a faculdade que você deseja fazer, dedicando mais tempo a elas, e deixar para o final as mais fáceis, que você tem mais afinidade.


Caso a ideia principal seja melhorar as suas notas na escola, você deve usar seu plano para acompanhar e complementar em casa todo o conteúdo aprendido diariamente em sala de aula.

É importante destacar que a sua rotina pode sofrer algumas modificações ao longo do tempo, portanto o seu planejamento de estudos precisa ser flexível, fácil de alterar e realocar horários. O conteúdo do dia e compromissos com terceiros são exemplos de mudanças contínuas. 

Também inclua horários para responder a testes sobre o assunto estudado, assim você exercita o seu aprendizado e avalia seu nível de conhecimento.

Dica: se você tiver uma jornada dupla com pouco tempo livre para estudar, priorize a realização de exercícios, reservando mais tempo para eles. Essa prática aumenta o seu rendimento escolar. 


4 – Estabeleça momentos de descanso 


A falta de repouso pode prejudicar o seu desempenho. Portanto, dormir e descansar deve fazer parte do seu planejamento e da sua rotina para recarregar as energias, absorver melhor o conteúdo estudado e não sobrecarregar o seu cérebro. 

Escolha uma atividade relaxante para fazer todos os dias antes de se deitar para dormir, algo que não exija esforço físico ou mental, como meditar ou ouvir uma música que você goste.


Também reserve um dia da semana para sair, se divertir e desconectar dos estudos. Saber a hora de parar é importante.

Além disso, procure ter o sono regular e praticar exercícios físicos para melhorar a sua qualidade de vida.


5 – Gerencie seu tempo corretamente


O uso correto do seu tempo vai fazer você ter sucesso com o seu planejamento.

Eu recomendo que você utilize a técnica pomodoro, uma ferramenta simples de gerenciamento de tempo que parte da ideia de dividir uma tarefa em sessões de trabalho e pausas, de modo que você não passe horas seguidas trabalhando nela, evitando o cansaço e a falta de concentração.


Ela ainda ajuda a criar a disciplina de concluir a atividade no período estipulado, evitando as distrações e a procrastinação, sendo ideal para estudantes.





Finalizando as dicas de como elaborar o seu plano de estudos



Crie um ambiente de estudos adequado



Antes de começar a estudar, verifique a sua agenda e certifique-se de não sair do que está planejado.

Também separe todos os materiais necessários, como canetas, livros, cadernos e apostilas por exemplo. Assim você não interrompe o seu momento de concentração para procurar algum objeto.

Organize a sua mesa e mantenha com você apenas o essencial.

Além disso, elimine as distrações. Coloque seu celular no modo avião, não ligue a TV nem o rádio e procure ficar longe de barulhos externos. 


Acompanhe seu desempenho


Para o sucesso de qualquer plano é imprescindível acompanhar seu andamento. 


Faça um relatório do seu avanço com relação ao conteúdo estudado e aos resultados que você tem obtido com ele.  

Verifique se seu planejamento tem auxiliado você na busca pelos seus objetivos escolares, analise o que está ou não funcionando e aprimore o que for necessário.

Não tenha medo de mudá-lo e de testar novas rotas para organizar melhor a divisão dos seus horários de estudo e manter uma rotina produtiva. 


Tenha disciplina


Isso é um compromisso com você. Respeite os horários que foram definidos e seja consistente.

Não invente desculpas para começar a estudar. Esse hábito deve ser construído dia após dia e ser mantido para que você faça isso com naturalidade.


Gostou das dicas? Deixe seu comentário! Vou amar ler e responder você <3


Me acompanhe no Pinterest: @amandaseveroblog

Siga o perfil do blog no Instagram: @amandaseveroblog

Também estou no Linkedin: Amanda Severo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados © Desenvolvido por Lorena Alves