11 setembro 2019

3 grandes erros que eu cometi ao estudar para a redação do Enem!

11 setembro 2019


A redação do Enem possui um grande peso na nota final de quem presta o exame, por isso os estudantes devem ser atentos ao estudar sobre como escrevê-la de maneira adequada. Porém, para muitos isso é um enorme desafio e acaba causando certo desespero.

Muitas pessoas falam sobre usar um modelo coringa para fazer a redação perfeita, essa estratégia gera resultados positivos para quem sabe usar. Também temos o conhecimento do que não fazer na hora de redigir a redação para a nota da prova não ser prejudicada ou, na pior das hipóteses, receber um zero.

Mas, a forma como nos preparamos para esse momento é o que realmente fará a diferença no nosso resultado. Em 2017, eu alcancei incríveis 820 pontos na redação do Enem, foi um aumento de 140 pontos comparado ao ano anterior. Isso me fez refletir: o que eu fiz de diferente para atingir essa nota, além da prática e estudos constantes?

E, após essa reflexão, hoje estou aqui para compartilhar com você 3 grandes erros que eu cometi durante a minha preparação para fazer a prova de redação do Enem.


3 grandes erros que eu cometi ao estudar para a redação do Enem!

3 erros que eu cometi ao estudar redação para o Enem


Antes de começar, é importante ressaltar que eu nunca fiz cursinho preparatório, nem investi dinheiro em livros, aulas particulares ou qualquer outro tipo de material. Simplesmente me comprometi a estudar sozinha em casa, apenas com a ajuda da internet.

1 - Tentar estar sempre atualizada


Muitas pessoas comentam que devemos aprender a dissertar e argumentar sobre todos os assuntos em alta no Brasil. Dezenas de notícias são publicadas diariamente, é humanamente impossível ler, entender e conhecer tudo!

Além do mais, essa prática toma muito tempo do estudante, que deve ser estrategicamente utilizado sem desperdícios. Também não devemos viver apenas para estudar, pois isso acaba sendo desgastante e não é saudável. Entendi que eu poderia ter um ótimo desempenho sem me sobrecarregar, priorizando meu aprendizado de qualidade.

Além disso, considerando o fato de que a escolha do tema da redação acontece no segundo trimestre do ano, a atualidade abordada nela será algo que aconteceu daí para trás, porque é muito provável que não caia sobre algo que virou destaque um mês antes do Enem, por exemplo.

Observe que, eu não estou dizendo que não devemos ler, estudar e nos informar sobre os acontecimentos a nossa volta, pelo contrário, estou dizendo para você não ter isso como algo primordial, que te causa ansiedade por não conseguir acompanhar tudo. Dessa forma, sua preparação será algo mais leve e interessante de ser feita, pois você se livra do peso de estar sempre em dia com o jornal.

Erros ao estudar para a redação do Enem




2 - Comparar meu desempenho com o de outras pessoas 


É normal, durante a nossa jornada de estudos para o Enem, nos depararmos com muitas propagandas de jovens que conseguiram tirar 1000 pontos na redação, passaram em várias faculdades diferentes e que agora eles têm a fórmula para você também conseguir esse feito e estão dispostos a compartilhá-la por um preço justo.

Há pessoas que os tomam como exemplos e se inspiram para também fazerem o mesmo, aproveitando para turbinar os seus estudos. Mas há aquelas que não conseguem fazer o mesmo, ficam se comparando e se sentindo frustradas porque acham que não são capazes de fazer algo parecido. Sem falar à pressão que muitos pais, parentes e amigos fazem relacionado ao sucesso dos outros.

É muito bom ver pessoas que conseguiram alcançar seus objetivos e agora se sentem realizadas, fazendo o curso dos seus sonhos. Mas também é importante lembrar que cada pessoa tem a sua jornada e uma maneira diferente de percorrê-la. Portanto, essa comparação não é saudável e pode prejudicar o seu desempenho.

Aprendi a não me importar com isso, pois cada um tem o seu momento. E que não adiantava copiar a estratégia de alguém se eu não me adaptava ao modelo de estudos dessa pessoa. Por isso, analisei o que funcionava para mim e foquei em melhorar a minha maneira de aprender, seguindo o meu ritmo, respeitando o meu tempo.

Lembre-se que cada coisa acontece no seu devido tempo e que você está vivendo de acordo com o seu.


3 - Tentar produzir uma redação para cada possível tema divulgado


Eu queria fazer redação para todos os prováveis temas e, para a minha rotina de estudos, isso não era possível. E logo conclui que não dava para eu ficar tentando decorar como e o que eu escreveria se o tema fosse x ou y.

O certo é estar preparado para qualquer tema. Por isso é importante estruturar um modelo de redação que você possa usar independente do tema proposto. Crie um esqueleto com um padrão de escrita onde você saiba como começar, desenvolver e concluir a sua redação, lembrando sempre de atender ao tipo textual dissertativo-argumentativo exigido no Enem.

Erros ao estudar para a redação do Enem

Aprender com os erros é fundamental!


Foi por cometer erros que eu aprendi a consertá-los e, analisando alguns aspectos que contribuíram para a melhoria do meu desempenho, eu fiz um post sobre 5 erros que você não pode cometer ao estudar sozinho parao Enem, onde compartilhei dicas muito importantes para você absorver durante esse processo. Portanto não deixe de conferir, pois ele agregará muito a sua vida de estudante.

Organização é a chave do sucesso!


Por ter uma rotina ligada à escola extremamente cansativa, eu não me importava em ter uma nova rotina para me dedicar ao Enem. Sempre fui uma ótima aluna, então eu priorizava estar em dia com as atividades e avaliações do ensino médio.

Confesso que na época eu não era muito organizada, até tentava criar uma rotina de estudos, mas acabava cansando e não seguia consistente.

Isso fez meu desempenho cair no Enem e, no ano seguinte, mesmo estudando sozinha em casa e fazendo curso técnico eu consegui me organizar, priorizando as matérias mais importantes, principalmente a redação.

A organização é essencial na vida de qualquer pessoa. É através dela que você sabe o que, quando e como fazer, no seu melhor horário, da melhor maneira possível, sem prejudicar seus outros compromissos e tornar a sua vida pessoal e acadêmica uma bagunça.

Organize-se de acordo com as suas necessidades e prioridades, aprenda a se respeitar, sem ficar se comparando com ninguém, pois não há quem conheça melhor o que você precisa do que você mesmo e não são os outros que vão te mostrar o caminho, é você que deve traçá-lo.

Erros ao estudar para a redação do Enem


Gostou das dicas? Deixe sua opinião! Vou amar ler e responder o seu comentário! <3

Bons estudos e até a próxima!

Me acompanhe no Pinterest: @amandaseveroblog
Siga o perfil do blog no Instagram: @amandaseveroblog
Também estou no Linkedin: Amanda Severo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados © Desenvolvido por Lorena Alves