16 abril 2019

8 dicas valiosas de como falar na frente da turma sem medo!

16 abril 2019


Muitas pessoas têm medo de apresentar trabalho em sala de aula, pela timidez de falar na frente da turma e ter a atenção voltada para elas. Além disso, existe o receio de explicar o conteúdo aos colegas, algo que a maioria dos alunos não gosta ou não tem facilidade de fazer.

Durante 15 anos de estudos, entre jardim e ensino técnico, tive várias apresentações, dos teatrinhos aos tão temidos TCCs. E, ao longo dessa jornada, fui adquirindo técnicas para não esquecer o texto, demonstrar segurança ao falar em público e me expressar com naturalidade.

Percebi que, ao contrário da maior parte dos meus colegas, eu tinha mais facilidade de realizar essa atividade e não me angustiava para esse momento considerado tão desesperador, até gostava, pois era uma oportunidade de aprender mais e, também, de ensinar.

Por esse motivo, passei a auxiliar os colegas que ficavam muito nervosos antes das apresentações e recebi vários feedback positivos afirmando que as técnicas estavam funcionando - principalmente as de número 3 e 7 dessa lista – e que eles se sentiam cada vez mais seguros para encarar as atenções da sala de aula.

Pensando nisso, resolvi mostrar para as pessoas que também passam por esse problema e sempre travam na hora de falar em público 8 dicas valiosas de como falar na frente da turma sem medo.

Falar em público: 8 dicas valiosas de como falar na frente da turma sem medo!


8 dicas valiosas de como falar na frente da turma sem medo

1° Faça pesquisas amplas sobre o tema



Geralmente, a insegurança que atinge as pessoas na hora de apresentar um trabalho acontece pela falta de conhecimento sobre o assunto. Para que você possa explicar um tema para alguém, é preciso saber a respeito dele. Essa compreensão é adquirida com o estudo do conteúdo.


Para facilitar os seus estudos e garantir que você não se esqueça de um ponto importante, liste os tópicos

Para isso, você pode guiar a sua busca por informações baseada em algumas perguntas. O que é o tema, para que serve, como funciona, quais as vantagens e desvantagens, são alguns exemplos de dúvidas que podem ser respondidas ao longo da sua pesquisa, adapte de acordo com o assunto e acrescente essas informações ao seu trabalho.


Assim, você sabe o que é importante e o que é irrelevante para a sua apresentação, também elimina a chance de ter muitas indagações por parte dos seus colegas ou professor, mas se houver, você terá mais segurança em responder, porque realmente estudou.


+ Dica: Quanto mais você souber sobre um assunto, menos são as chances de ficar perdido e dar branco na hora de falar. Não se limite a estudar apenas o que vai ser exposto em sala, pois perguntas podem surgir!


Se o trabalho for em grupo não estude apenas a sua parte, mesmo que a avaliação para a nota seja individual.

2° Elabore um roteiro de apresentação


Após a pesquisa, é hora de organizar como o conteúdo será apresentado para a sua turma. Crie um roteiro definindo o que vai ser abordado no início, meio e fim da sua apresentação, de modo que ela fique coerente. Utilize os tópicos listados na dica anterior para realizar essa etapa.

Para auxiliar nessa fase, eu escrevo minha apresentação desde o início. Começando pelo cumprimento, falando meu nome e sobre o assunto que irei abordar, bem como seus respectivos tópicos. 
Veja o exemplo:

“Bom dia, meu nome é Amanda, e eu vou abordar sobre ‘como falar em público sem medo’. Serão 8 dicas sobre o assunto, da pesquisa até a apresentação do tema.”

E desenvolvo o assunto de acordo com as minhas pesquisas feitas na dica 1, tópico por tópico, usando uma linguagem fácil de ser compreendida. Esse ponto é muito importante. O ideal é escrever da forma como você explicaria o assunto para alguém.

Adapte o roteiro da maneira mais confortável para você e de acordo com a necessidade da exposição do seu material, principalmente se o trabalho for em grupo.

Dependendo do tema, é preciso colocar datas, portanto, opte pela ordem cronológica dos fatos. Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas não se atentam para a sequência dos acontecimentos, tornando a apresentação uma bagunça e ficando perdidas na hora de falar.

+Dica: se houver outros espectadores além da sua turma, agradeça a presença de todos antes de apresentar o seu tema.

3° Não decore o conteúdo


Decorar o que você vai falar deixa sua apresentação mecanizada. Além disso, ao adotar esse método, você está sujeito a esquecer mais facilmente o que ia dizer, comprometendo todo o andamento da sua apresentação.

É por esse motivo que é tão importante escrever a sua apresentação de um modo como se você estivesse explicando para alguém, como foi dito na dica anterior, pois isso ajuda você a entender e não somente decorar. Imagine que você seja um professor e vai dar uma aula sobre o assunto em questão, dessa forma você não vai ficar preso a decorar um texto, mas sim a explicá-lo.

Isso também auxilia os seus colegas, pois, geralmente, os professores passam trabalhos sobre assuntos que serão abordados na avaliação escrita e tendo um assunto explicado com uma linguagem mais simples, os alunos conseguem compreender melhor.

4° Crie os slides de acordo com o seu roteiro


A sua apresentação de slides precisa estar em sintonia com a ordem dos fatos a serem explicados, portanto, elabore os slides de acordo com o roteiro que você montou com a dica de número 2.

Coloque cada tópico a ser abordado nos slides. E, caso seja necessário, para facilitar a sua apresentação, não hesite em colocar uma frase de 2 ou 3 linhas referente aos tópicos. Isso não é errado. 

Há pessoas que dizem ser “feio” ler slides, mas isso é relativo e depende muito do grau de dificuldade do seu trabalho e exigências do seu docente. Você pode ler frases curtas e explicar o que está escrito logo em seguida, principalmente se o tema for um pouco mais complexo. Mas tome cuidado com essa prática, não coloque nos slides tudo o que vai ser explicado depois, isso torna sua apresentação repetitiva e cansativa.

Os slides são auxílios para que você se sinta mais seguro durante a apresentação e se lembre com mais facilidade do que irá falar. Faça o uso de imagens e animações, mas não exagere. Torne sua apresentação didática!

Atente-se a sua postura ao ler o que está escrito nos slides, não vire de costas para o seu público nem fique na frente do projetor.

+Dica: boas apresentações também estão relacionadas a bons slides, portanto, não os faça de qualquer jeito! Saber utilizar esses meios também auxiliam a manter a atenção do público naquilo que está sendo mostrado. Dê atenção e importância para esse recurso.

5° Ensaie sua apresentação


Com o roteiro e os slides prontos, é hora de ensaiar a sua apresentação. Vá por partes. Treine cada etapa, desde o início, siga o roteiro que você estabeleceu. Use os slides para praticar e explique em voz alta, mas utilize um tom agradável. Enfatize palavras importantes na sua fala, isso levará a atenção do público para o ponto certo.

Ensaie quantas vezes forem necessárias, ou até você sentir que já está seguro o suficiente.

Esse é o momento de você visualizar o que funcionará na sua apresentação. Se preferir, treine na frente do espelho ou se grave enquanto ensaia, isso ajudará você a eliminar algumas manias que comprometem o seu desempenho e dispersa a atenção dos seus colegas, como por exemplo, andar de um lado para o outro ou gesticular muito enquanto fala.

Não se esqueça de cronometrar enquanto você ensaia, para se certificar de que não ultrapassará os minutos determinados pelo professor, nem falará por um tempo muito curto, pois ambas as situações não são adequadas. Mas vale lembrar que você deve se informar com o seu docente sobre a duração exata, pois muitos são flexíveis a respeito disso.

Faça no ensaio como se já estivesse no dia de apresentar!

6° Descanse um pouco para revisar


É natural que depois de ter lido muito sobre um determinado assunto você fique cansado e comece a não entender mais nada do que está fazendo. Então, tire um tempinho para você descansar e deixar a sua mente um pouco mais tranquila antes da apresentação oficial.

Depois do seu descanso merecido e reparador, é hora de revisar!

Mesmo depois de tudo pronto e ensaiado, é bom averiguar se você não precisa retirar ou acrescentar algo, um tópico, uma imagem, trocar palavras difíceis por sinônimos mais simples. Porque, mesmo seguindo todos esses passos, você pode sentir que sua apresentação pode melhorar. Não hesite em fazer isso!

E claro, se sentir necessidade, pode dar uma última ensaiada.


Falar em público: 8 dicas valiosas de como falar na frente da turma sem medo!

7° Mantenha a calma na apresentação


Pode parecer quase impossível manter a calma em situações como essa, principalmente para quem tem mais dificuldade. Para tornar esse momento mais fácil, respire e expire! Esse exercício é simples, mas é eficaz para deixar você tranquilo.

Na hora de apresentar, fale com calma, dê tempo entre a formação do seu pensamento e a sua fala. Dessa forma você permite que o segundo acompanhe o primeiro, e não ao contrário. Assim, tudo vai fluir com mais naturalidade. Falar depois de pensar auxilia você a dizer o que realmente importa. Se fizer o oposto, com certeza você terá mais chance de se perder na apresentação, gaguejar e ficar mais nervoso.

Também é importante não levar papel ou celular como apoio, em muitos casos, nem é permitido, mas se for, dispense. O uso desses recursos mostra para você mesmo que não está se sentindo seguro, e fica mais tentado a dar uma olhada no que está escrito, mesmo que você saiba o que tem que falar, tudo como uma desculpa para não olhar para o público. O que não deve ser feito. 

Apresente para os seus espectadores, é bom olhar para as pessoas, isso passa confiança no que você está dizendo.

8° Confie em você!


Ter autoconfiança é importante. Acredite no seu potencial! Não tenha medo da turma ou do professor. Você sabe o que deve ser feito!

Lembre-se: todos os seus colegas são alunos como você. Cada um tem suas limitações e seus medos. Eles estão ali para assistir você e vice-versa. Seu professor não é seu inimigo, ele vai apenas avaliá-lo. E, não é uma nota que vai definir a sua capacidade. Pois é você que deve saber o seu valor!

Você não é uma máquina e na apresentação algo pode sair diferente do que foi ensaiado, e está tudo bem. Erros existem para que possamos aprender com eles!

Para concluir as dicas de como não ter medo de falar na frente da turma...


Pode parecer muitos passos para uma simples apresentação de trabalho escolar ou da faculdade, mas à medida que você pratica, se torna cada vez mais simples. E o que era um pavor vai se transformando em algo prazeroso de fazer, pois o medo é vencido e você consegue dar o seu melhor.

Além disso, você pode se deparar com muitas situações parecidas na vida, como um processo seletivo de uma empresa, apresentar um projeto para o seu chefe, dar uma palestra. Enfim, são muitas ocasiões!

Vai deixar o medo de falar em público prejudicar você diante das oportunidades?

Lembre-se: o nervosismo sempre existirá, mas a falta de confiança, não!

E você, tem medo de encarar a turma e falar em público? Me conta o que você achou das dicas!

Me acompanhe no Pinterest: @amandaseveroblog
Siga o perfil do blog no Instagram: @amandaseveroblog
Também estou no Linkedin: Amanda Severo

4 comentários:

  1. Parabéns pelas dicas...
    Me incentivou extraordinariamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Muito obrigada por deixar o seu comentário, seu feedback é muito importante para mim!

      Fico feliz em saber que de alguma maneira meu conteúdo incentivou você. Gratidão!

      Abraços!

      Excluir

Todos os direitos reservados © Desenvolvido por Lorena Alves